sábado, 26 de maio de 2012

Alice: impossível de explicar - Fim

O telefone tocou. Eu estava terminando de arrumar a bolsa. Como de costume atendi no quarto toque:
- Alô?
- Preciso te ver, hoje!
- Alice?
- Por favor...
- Me desculpe Alice, mas não. Hoje eu não posso...
- Por quê? Vamos nos ver, eu vou ai... Chego em meia hora, e aí a.... - Tive que interrompê-la
- Olha Alice... Me desculpa, mesmo ok?! - respirei fundo - Mas não dá, estou de saída agora. Te ligo em breve, prometo, e a gente marca um café ou sei lá. Preciso ir agora.
E desliguei.
Já tinha me decidido, não ia mudar de ideia. Várias vezes acreditei que Alice me deixaria, e ela realmente me deixou. Mas desde o começo sabia que ela voltaria.
Sempre pensei nela partindo e finalmente percebi que no final, não era ela que sempre queria ir embora, era eu. O tempo todo era eu. Na verdade nem sei se quis realmente tudo isso. Alice era incrível, isso eu jamais poderia negar. Mas Alice não era pra mim. Quem sabe Alice era perfeita para aquele meu amigo que ela ficou dia desses... Talvez. Mas não era pra mim. Criei uma Alice em minha cabeça, mas essa não era a verdadeira Alice, era a Alice que eu queria que ela fosse. E isso não estava mais certo. Talvez Alice nem fosse tão diferente. O mundo está cheio de Alices, estão espalhadas por toda a parte. Uma delas pode ser pra mim, mas essa não.
Ela não vai sofrer, eu sei disso. Ela vai sair hoje, vai passear de bicicleta pela cidade, e mais tarde vai ir dançar, e de repente vai notar outro cara como eu olhando para ela, e vai tentar algo com ele na tentativa de me esquecer, e tudo isso vai acontecer de novo. Ou pode ser que de repente sua bicicleta quebre no meio do percurso e ela acabe conhecendo um João que conserta bicicletas e não gosta de copos também. E ai ele vai leva-la para dançar. E quem sabe se casem um dia...
Nunca se sabe não é mesmo? A vida é assim mesmo, cheia de surpresas, de encantos e principalmente desencantos, tudo isso é impossível de explicar, mas cada um sabe o que sente, no fundo sempre sabemos... 
Quem sabe a sua Alice ou o seu João está por aí?! Bora pegue sua bicicleta e vá ir dançar mais tarde. Afinal o mundo não pode esperar por você.
Peguei o resto das coisas e sai apressado. Não queria perder o meu voo.

Um comentário:

Agora tô pronta disse...

Muito muito bom!
agoratopronta.blogspot.com
Beijos Vanessa

poderá gostar também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...